Camila Souza. Tecnologia do Blogger.

Cais do Sertão


Olá meus queridos!

Hoje vim falar pra vocês do Cais do sertão, na quinta-feira passada eu fui fazer uma visita ao museu com meus familiares que moram em São Paulo, minha tia, sua filha e neta, elas passaram 10 dias aqui conosco em Pernambuco, então eu como boa apreciadora da cultura e da arte, fui mostrar pra elas o que Pernambuco tem de melhor.



O Cais do Sertão fica localizado no bairro do Recife (Recife Antigo). O museu é dedicado à cultura nordestina e aberto ao público de terça a domingo, das 11h às 17h, a entrada custa R$10,00 inteira e R$5,00 meia. Nas quintas-feiras, a entrada é gratuita. 




"Quando Luiz Gonzaga canta o Sertão, o único sentimento que transborda é amor. A obra do mestre é, aliás, o fio condutor que interliga e dá sentido ao Museu Cais do Sertão."
(Curta Pernambuco

Só o ‪#‎CaisdoSertão proporciona uma viagem interativa e incrivelmente bela pelo Sertão nordestino. Impossível não se apaixonar por esse lugar. Quando vir a Pernambuco, não deixe de conhecer o cais, venha viver essa experiência!



Lá tem uma infinidades de encantos esperando para surpreender você. É impossível controlar a emoção diante de um Sertão tão deslumbrante



No primeiro contato, o sertão já se apresenta fascinante. Sua beleza é percebida em tudo: na tarde alaranjada, no canto do Assum Preto e até no som da chuva que escorre pelo chão.

Nas roupas do vaqueiro, do cangaceiro e do rei do Baião! 



Tem até uma réplica do Rio São Francisco... encanta quem escolhe passear às margens de um Rio de mãos dadas com a cultura do povo sertanejo. Mas não se apresse. Uma vez ali dentro, é preciso tempo para apreciar e disposição para respirar as memórias e as riquezas do sertão nordestino.  

No Cais do Sertão, é possível conhecer bem a vida sertaneja, por meio da exposição de indumentária, dos costumes, dos utensílios.  As possibilidades de interação com os objetos são múltiplas, bem como o roteiro que se quer seguir.



Sem falar na casa de barro de chão batido, muito comum no Nordeste, com móveis e utensílios do tempo dos nossos avós... A casa da minha avó só não era de barro, mas ainda vi muita casa de barro na minha infância... 



Me emocionei ao ver muitas coisas que tinha na casa da minha vó Maria de Carneiro, como: A máquina de costura, os quadros na parede, tinha um quadro da arca de noé igualzinho ao que tinha na casa da minha vó, o ferro de passar, o pilão de madeira, o fogão de lenha...


Êita, que saudade de vó!

Ver tudo isso, com minha mãe e a irmã dela (minha tia), foi muito bom, muito emocionante, a cada peça que víamos, lembrávamos de alguma coisa...

Porque eu cresci correndo no quintal da minha vó e essa minha tia, cuidou de mim e das minhas duas irmãs, quando éramos pequenas, antes dela ir embora pra São Paulo.

Minha vó já se foi há 5 anos, mas as lembranças não se apagam com o tempo... Acho que não tem um só dia, que eu não me lembre de Maria.

Deixo aqui, um xeru pra vocês, cheio de carinho e saudade boa de um tempo que não volta!

Menina Prendada

12 comentários:

  1. Imagino a alegria de rever tudo isso, lembrar da avó e que sdss que deu!
    ainda não conheço Pernambuco, quem sabe um dia.

    bjss

    ResponderExcluir
  2. Que maravilha tudo isso por lá e dá pra imaginar tuas saudades! bjs, chica

    ResponderExcluir
  3. Olá Sandra
    Eu adoro este tipo de passeio, mas meu marido nem tanto, faz
    mais para agradar mesmo, e quando pode foge,
    beijinhos e bom fim de emana.

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, a maioria dos homens não gostam muito desse tipo de passeio, meu marido detestava, mas hoje, de tando eu insisti, ele já vai e até gosta, vai pra feiras de artesanato e tudo.

      Excluir
  4. Que legal, gostaria de conhecer esse lugar.Quanta saudade gostosa né amiga?
    Adorei o seu passeio. Amiga, eu tenho um ferro de passar igual a esse, que guardo com muito carinho.
    Beijos e feliz semana.
    Amara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito legal mesmo Amara, um passeio como esse, te faz voltar no tempo e que maravilha, você tem um ferro desse? Meu Deus, é uma relíquia com certeza... pena que eu não fiquei com nada da casa da minha avó. Um xeru!

      Excluir
  5. Bom dia!
    Que passeio maravilhoso. Eu que não morei aí e não vivi essas lembranças, me transportei no tempo ao ler seu post. Parece ser um lugar maravilhoso e nada como contemplar tantas lembranças ao lado da família.

    Hoje postei a lista do sorteio do Projeto, que ocorrerá sexta-feira agora.
    E se quiser ver outro post do Projeto Fotográfico, aparate aqui:
    Poções de Arte

    Abração esmagador e feliz dia.

    ResponderExcluir
  6. Verdade, eu viajei no tempo mesmo e melhor que foi com minha família...

    ResponderExcluir
  7. Oi Sandra, é a Vi, nossa fiquei curiosa com tanta beleza, essa casa de barro e esse "rio", um museu lindo.
    Boa semana,beijos,Vi

    ResponderExcluir
  8. Oi Sandra, é a Vi, nossa fiquei curiosa com tanta beleza, essa casa de barro e esse "rio", um museu lindo.
    Boa semana,beijos,Vi

    ResponderExcluir

Adoro quando recebo uma visita!

Google+ Followers

I Love Blogs

Blogs de Casamento

Blogs que me inspiram

Menina Prendada Copyright © 2013 - Designer by Papo Garota,Programação Emporium Digital