Camila Souza. Tecnologia do Blogger.

O mundo, as pessoas e suas cobranças!



Olá Meninas!!!

Como estão? E como vai o coração?


Estou fazendo essa pergunta porque há vários dias estou com vontade de escrever sobre o que vou escrever agora e pergunto como vai o coração, porque se ele vai bem o resto também vai bem, né verdade?


Há alguns dia tenho me perguntado, por qual motivo as pessoas te cobram tanto? São tantas coisas, tantas perguntas... porque tem tanta gente deixando: de viver sua vida, de ser feliz, pra se incomodar com a vida do outro, com a casa do outro, com o casamento do outro, com os filhos que o outro não teve, com querer viver a vida do outro!
Vou contar uma historinha sobre cobranças nossas de cada dia, que já é bem conhecida por todos e que pode ser bem conhecida por você:


Quando você é adolescente, te cobram um namorado;
Quando você arruma o namorado, aí te cobram o noivado;
Quando você finalmente noiva, te cobram o casamento;
Quando você tem a sorte de casar, começam a te cobrar os filhos;
Quando os filhos vem, começam a cobrar uma amante para seu marido e depois o teu divórcio.

História triste né? 
Acha um exagero da minha parte?

Mas, isso é mais comum do que agente pensa e as vezes as pessoas fazem essas cobranças mesmo sem perceber.

Sabe porque estou falando isso, porque semana passada eu perdi as contas de quantas pessoas me perguntaram ou perguntaram ao meu marido: Porque vocês não tem filhos?

Vou falar apenas de duas situações, pois são as mais chatas...

Sobre a tal cobrança do casamento: eu comecei a namorar com meu marido em 02 de Maio de 2004, em 20 de Agosto de 2006 noivamos, ou seja 2 anos depois, nos casamos em um cartório de registro civil um ano depois, fizemos apenas um almoço para a família... Então nessa 1ª etapa foi tudo rapidinho e aí não deu tempo das pessoas cobrarem...



2ª Etapa: O casamento religioso

Demorei 7 anos pra me casar na igreja, mas eu não casei porque não quis (problema com a sogra, quem sabe um dia eu crio coragem e conto essa História). Isso de "não casar" causou espanto em alguma pessoas por sermos religiosos e vivermos engajados em nossa igreja.



Mas casei no civil, isso não importa? 
E que eu saiba, para a lei dos homens já está de bom tamanho!



A maioria das pessoas que eu conheço "se juntam", não casam nem em um cartório, imagina na igreja. Mas vocês acreditam que fui cobrada, por muitas pessoas, pessoas amigas, pessoas que sabiam porque nosso casamento religioso não aconteceu em 2007 (ano programado para o casamento) e durante muito tempo eu sofri com isso. 



Teve uma criatura que vivia me infernizando dizendo que eu não era casada, que eu não podia comungar e coisa e tal, e pasmem pois a mesma pessoa é noivo há muitos anos e fornica com sua noiva também a muito tempo, todo ano diz que vai casar, mas se julga a pessoa mais correta e menos pecadora do mundo.

As pessoas cobram, só por cobrar, talvez porque se sitam bem apontando o que falta na vida dos outros pra não enxergar o que falta na sua.




Nossa! Como sofri com isso!

Vivo debaixo do mesmo teto que o meu marido há 7 anos, mas casada na igreja há apenas quatro meses e não fui infeliz por isso, ficava sim muito magoada e chateada com algumas pessoas que adorava passar na minha cara e me lembrar que "não era casada".




Mas aprendi que "A boca fala aquilo que o coração está cheio" e o meu coração: Graças a Deus, está cheio de amor.

Pessoas mal amadas costumam ser assim: Se sentem feliz em "Apontar o que falta na vida dos outros pra não enxergar o que falta na sua".




3ª Etapa: A gravidez


Menina como isso me irrita! rsrsrs


Reconheço que 7 anos de casada já é um bom tempo, pra resolver muita coisa e que já deu bastante tempo para resolvermos ter um filho... as pessoas vivem me cobrando um filho, vivem me lembrando que DEVO ter um filho... tem umas que até insinuam que não tenho filho para não deformar meu corpo e outras mais maldosas ainda insinuam que não posso ter filho. Aff!



A bíblia diz, em Eclesiastes 3, que há tempo pra tudo:

2. Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;


Gente, eu acredito que filho é benção de Deus, mas que só vem na hora certa e essa hora pertence a Deus, ainda não tive filhos por vários motivos, que com certeza também pode ser o motivo de muitos casais, acho um desrespeito com o ser humano esse tratamento que alguns tem....



Poxa, e se a pessoa ainda não teve filho, porque não pode ter, porque existe algum problema de infertilidade e aí? Ficam aquelas pessoas a todo momento cobrando e lembrando disso? Nossa! Que chato! 


Quando eu e meu marido quisermos ter um filho e Deus nos abençoar com essa graça, ele virá e todos irão saber e ver minha barriga crescer, e não precisa ficar a todo momento perguntando: Cadê o bebe?




Essa cobrança é muito chata e só sabe como é, quem passa por ela, eu não tenho nenhum problema em engravidar, mas não gosto dessa cobrança, imagina uma pessoa que quer ter um filho, mas não pode te-lo? 

Temos que acabar com essa cultura que tem que ser assim ou assado.


Tem pessoas que não casam e são muito felizes;

Tem casais que não tem filhos e também são muito felizes;
Tem casal que não tem vocação pra ser pais;
Tem mulheres que não tem vocação pra ser dona de casa (esse será um assunto para um outro post, pois é um assunto muito bom e merece ser discutido).

E daí?


Eu vejo é muita amiga minha, quando deixa a hipocrisia de lado, reclamar dos filhos, reclamar da vida, reclamar do casamento, se a felicidade estivesse só em "casar e ter filhos" agente não veria tando casal infeliz.


Ninguém é obrigado a casar; 

Ninguém é obrigado a ter filhos;

Isso é o livre arbítrio, algo dado a nós por Deus!


Sejamos então felizes e não procuremos defeitos na vida dos outros. Eu sou casada, sou muito feliz com meu casamento e se Deus permitir, serei muito feliz sendo mãe e formando uma família, mas no dia que Deus e eu quiser, se eu merecer esta graça e não no dia que a sociedade me obrigar.


#PenseMenosAmeMais




Mudando o assunto...

Olha o que andei fazendo... 


Primeiro o tapete, fiz três desses iguaizinhos, mas esse modelo eu já postei Aqui no blog, vai lá na página Gráfico, que tem o dele, pra quem quiser fazer.


Esses tapetes já seguiram seu destino, mas também já está na nossa lojinha pra quem quiser encomendar. 
Acesse Aqui.



Fiz também dois tops verão pra mim, só falta agora marido me levar a praia para a inauguração (rsrsrs), pois estou muito precisada de pegar um belo sol (tô muito amarela).



    
Os tops de crochê voltaram a moda, então também já estou ganhando um dim dim, fazendo e vendendo, quem se interessar é só avisar.




Pra vocês, um ótimo início de semana!


Um xeru, da:

Menina Prendada

De sonhar ninguém se cansa...



Olá Meninas!!!

Sou chocólatra assumida e adoro um sonho de valsa, amei a campanha que eles lançaram: Pense menos e ame mais,  e já fui lá no site, deixar minha foto.

#PenseMenosAmeMais

Faz tempo que a Kraft Foods lançou uma edição especial de latinhas do bombom Sonho de Valsa inspirada em cidades – Praga, Bariloche, Rio de Janeiro e Veneza, compondo uma série colecionável batizada de “Lugares Românticos”.


A lata de aço redonda cor de rosa tem ícones estilizados dos principais pontos turísticos da capital francesa. Uma faixa de papel cartão, com espaço para escrever uma mensagem, complementa a embalagem.



Eu tenho uma latinha que já está ficando um pouco enferrujada, mas acho tão fofinha que não consigo me desfazer dela...



A minha lata preferida é a de: Paris-França, sou apaixonada por essa cidade e com certeza, é uma das viagens dos meus sonhos, que um dia irei realizar... ver aquele lugar lindo, romântico e aqueles monumentos maravilhosos e com certeza tirar lindas fotos na torre Eiffel.

Também tenho esse baldinho de 1k que A-DO-RO quando ele está cheio (rsrsrs).




"De sonhar ninguém se cansa, porque sonhar é esquecer, e esquecer não pesa e é um sono sem sonhos em que estamos despertos."
(Fernando Pessoa)



#BodasdePipoca

No ultimo dia 02 de Setembro, fizemos quatro meses de casamento e comemoramos nossas bodas de Pipoca. Não teve pipoca, mas teve pizza. 

O que rolou no Insta: @kleytonesandra


E olha o que fiz na semana passada... 

Essa peça faz parte de um kit de banheiro com três peças e essa peça que já terminei, é a tampa do vaso.



Tampa de vaso folhinhas 

A receita peguei no blog da circulo e postei em meu outro blog Aqui, pra quem quiser fazer também... até o momento só fiz a tampa, mas pretendo fazer todo o conjunto do banheiro.

Por hoje vou ficando por aqui!

Um xeru, da:
Menina Prendada

Focaccia com alecrim


Olá Meninas!!!

Voltei e voltei cheia de saúde: Graças a Deus!


Por aqui, muitos dias de sol e o feriadão foi de dias lindos e ensolarados, tava louca pra ir a praia, mas não deu e o meu passeio foi mesmo em casa, snif, snif. 


Melhor não ariscar né?




Passeando eu pelo blog da minha amiga Lígia me deparei com essa receita, desde que vi o post fiquei com muita vontade de fazer...

Fiz feira, comprei os ingredientes e quando estava pronta pra testar a receita, fiquei doente novamente, aff, sniff...



No post anterior eu falei que estive doente e que já estava bem melhor, porém quando estava me recuperando de tudo, peguei uma gripe malvada, garganta inflamada, tosse e febre, caí de cama de novo...

Já recuperada: Graças a Deus, fui pra cozinha fazer a tal receitinha!



FOCACCIA - é um pão de origem italiana, achatada e macia, em geral coberta com sal grosso, azeite e alecrim. Na Itália, é consumida tanto no desjejum, como aperitivo ou antepasto.

Ingredientes para a Massa:
1 Kg de farinha de trigo
3 xícara de água morna, mas não quente
3 colheres (sopa) bem cheias de banha ou azeite.
1 colher de sal
2 colheres  de açúcar
1 envelope de fermento biológico



Ingredientes para a Cobertura:
- Alecrim a gosto para "plantar" na massa
- Um pouco de sal grosso para polvilhar
- Óleo de oliva para regar

Misturar todos os ingredientes secos e depois acrescentar, aos poucos, a água e o azeite, sovando bem e deixe crescer (uns 30 minutos).



Quando estiver crescido, colocar na fôrma e fazer uns furos com os dedos, depois colocar galhinhos de alecrim e também azeite de oliva neles (para os galhinhos não ficarem queimados ao assar).



Bata um punhadinho de sal grosso pra esmigalhar menor, jogar um pouquinho por cima do pão e coloque um pouco mais de azeite.




Com o forno preaquecido e a fôrma (de preferência retangular) untada, coloque pra assar por uns 30 minutos a 200 graus.

Receita de ao pé da letra do blog da Lígia (no lugar da banha, coloquei azeite).

Pronto!

Meninas, o cheiro que esse pão deixa na casa é maravilhoso... eu fiz na noite do sábado do feriadão e a casa ficou com um perfume...

Os vizinhos só não vieram pedir porque já era muito tarde!



Cuidei logo em saborear com um patê caseiro que adoro: Sardinha em lada amassada, uma colher de maionese e uma colher de catchup. Pronto!

Passei o feriadão em casa, pra não abusar da sorte, estou melhor da gripe mas com a imunidade baixa, então estou evitando ao máximo aglomerados de gente.

Na noite do dia 7, fui a missa de aniversário do nosso pároco Pe. Ivan, estava tudo muito lindo, foram muitas homenagens...



Na foto dá pra ver como estou magrinha, perdi alguns quilos e estou pálida, mas vamos que vamos!

Pra quem quiser conhecer o meu Instagram, fica a vontade, tô começando agora por lá e tô gostando muito da novidade, podem seguir o blog por lá também @kleytonesandra.


Foto do Insta:



#Feriadão
#Praia
#Mar

Um xeru, da

Menina Prendada

Google+ Followers

I Love Blogs

Blogs de Casamento

Blogs que me inspiram

Menina Prendada Copyright © 2013 - Designer by Papo Garota,Programação Emporium Digital