Camila Souza. Tecnologia do Blogger.

O significado das festas Juninas para o nordestino


Olá Meninas!!!

Junho tá quase acabando e eu aqui correndo tanto, mas arrumei um tempinho pra fazer esse post especial sobre as festas Juninas... As fotos são de outros posts e as comidas é só clicar no nome que vai te direcionar para receita, caso eu já tenha postado aqui no blog.


Origem da Festa Junina
  
Existem duas explicações para o termo festa junina: A primeira explica que surgiu em função das festividades por conta da colheita do milho durante o mês de junho e a outra versão diz que esta festa teve origem em países católicos da Europa e, portanto, seriam em homenagem aos santos católicos. No princípio, a festa era chamada de Joanina.

De acordo com historiadores, esta festividade foi trazida para o Brasil pelos portugueses, ainda durante o período colonial (época em que o Brasil foi colonizado e governado por Portugal).


Nesta época, havia uma grande influência de elementos culturais portugueses, chineses, espanhóis e franceses. 

Da França veio a dança marcada, característica típica das danças nobres e que, no Brasil, influenciou muito as típicas quadrilhas. 

Já a tradição de soltar fogos de artifício veio da China, região de onde teria surgido a manipulação da pólvora para a fabricação de fogos. 

Da península Ibérica teria vindo a dança de fitas, muito comum em Portugal e na Espanha

  
Todos estes elementos culturais foram, com o passar do tempo, misturando-se aos aspectos culturais dos brasileiros (indígenas, afro-brasileiros e imigrantes europeus) nas diversas regiões do país, tomando características particulares em cada uma delas.

A verdade é que agente misturou tudo e deu nessa festa linda que tem um significado mais que especial para o nordestino, muito embora já seja uma festa comemorada nos quatro cantos do Brasil, e na região Nordeste as festas ganham uma grande expressão. 

O mês de junho é o momento de se fazer homenagens aos santos católicos: São João, São Pedro, Santo Antônio e Santa Ana (Santana). Como é uma região onde a seca é um problema grave, os nordestinos aproveitam as festividades para agradecer as chuvas raras na região, que servem para manter a agricultura.

  
As comidas Típicas:
Como o mês de junho é a época da colheita do milho, grande parte dos doces, bolos e salgados, relacionados às festividades, são feitos deste alimento. Pamonha, milho cozido, milho assado, canjica, munguzá, cuzcuz, pipoca, bolo de milho, bolo de cuzcuz são apenas alguns exemplos. 


Além das receitas com milho, também fazem parte do cardápio desta época outras comidas típicas do nordeste como: arroz doce, bolo de amendoim, bombocado, broa de fubá, cocada, pé-de-moleque, quentão, bolo de batata doce, bolo de macaxeira, bolo manuê e muito mais.


As Tradições:  
Já fazem parte das comemorações... O mês de junho é marcado pelas fogueiras, que servem não só para assar o milho na noite de São João, mas também como centro para a famosa dança de quadrilhas. Os balões também compõem este cenário, embora cada vez mais raros em função das leis que proíbem esta prática, em função dos riscos de incêndio que representam. As bandeiras coloridas servem para alegrar ainda mais a festa e os palhoções feitos pra lembrar a roça, serve para o povo dançar muito forró pé de serra.


A Religião:  
 Como Santo Antônio é considerado o santo casamenteiro, são comuns as simpatias para mulheres solteiras que querem se casar. No dia 13 de junho, as igrejas católicas distribuem o “pãozinho de Santo Antônio”. Diz a tradição que o pão bento deve ser colocado junto aos outros mantimentos da casa, para que nunca ocorra a falta. As mulheres que querem se casar, diz a tradição, devem comer deste pão.



É lindo ver as apresentações das quadrilhas, dos grupos de bacamarteiros, sanfoneiros, cirandeiros e os rojões, nossa quando vi a primeira vez, fiquei encantada. 

Esse ano não fiz arraiá aqui em casa, pois a casa está cheia de material de construção, "Graças a Deus", para construção da nossa nova casa, em breve venho falar sobre isso pra vocês...

Vou me despedindo que a hora já está avançada!
Um xeru
Menina Prendada

6 comentários:

  1. É festa e festa no Nordeste nessa época!

    Nunca estive aí nesse mês, mas deve ser lindo! Adorei tudo aqui! Esclareceste tudo e mostraste coisas muito boas!Hmmmmm...

    bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Oi Menina, é a Vi, eu queria estar nesse teu arraia, pois essa mesa cheia de gostosuras me deu água na boca... kkkkkkkk
    Acho que as melhores festejos ainda acontecem no interior, pois a população conserva as tradições e são muito bonitas de ver.
    Muitos beijos,Vi

    ResponderExcluir
  3. Oiee... ai que delícia...esse bolo me deu até água na boca!! Hhahaha!
    Adorei a xícara e o pires de florzinhas!!!
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  4. Oi amiga! nossa faz tempo que estou pra vir aqui e nao consigo...
    Achei tão fofo me dizer que a camisa que fiz ficou com cara de Tilda!!! ah eu amei!
    obrigada pela visita!
    beijo

    ResponderExcluir
  5. Eita, época que eu amo demais!! rsrs
    Talvez por ser o mês do meu aniversário tb, vai saber. Mas as delícias juninas são irresistíveis e as festas são de uma alegria sem tamanho, cheia de cores.
    Salivei com tantas delícias por aqui.
    Bjns
    :)

    ResponderExcluir
  6. Adoro esse mês de festejos.

    Seus quitutes me deram água na boca....nhammmm

    E, adorei saber mais sobre essas festas!!

    Por aqui os balões também quase sumiram,..é preciso conscientizar e que sejam cumpridas as leis.

    Outra coisa que eu torço muito para que suma são os fogos.

    O barulho é nocivo para as poucas aves que surgem por aqui.

    beijinhos, Sandra, tenha um dia bem bonito!!

    Ahh., já estou aguardando novidades da nova casinha...!!

    Lígia e =^.^=

    ResponderExcluir

Adoro quando recebo uma visita!

I Love Blogs

Blogs de Casamento

Blogs que me inspiram

Menina Prendada Copyright © 2013 - Designer by Papo Garota,Programação Emporium Digital