Camila Souza. Tecnologia do Blogger.

Semana Nacional da Família


Olá meus amores!

Gente, essa semana não havia feito nenhum post porque além de estar muito ocupada fazendo minhas encomendas, estou muito triste pois uma tragédia abalou nosso estado de Pernambuco, quiçá nosso Brasil... que foi a morte do nosso ex-governador Eduardo campos...

Fiquei tão triste, chorosa e sem aguentar assistir as notícia da TV, abalada com a forma de sua morte, acho que família nenhuma merece não ter ao menos um corpo pra enterrar. Só Deus pra confortá-los.

Também faço esse post porque ele foi uma pessoa muito religiosa e que professava a fé católica, assim como eu... Ele morreu justamente na Semana Nacional da Família, ele que era uma pessoa devotada a sua família...

Encerramos hoje em nossa paróquia as celebrações da Semana da Família e no sábado seria a nossa caminhada da família, porém devido aos últimos acontecimentos, ela foi adiada para o domingo dia 31.

Deixo essa canção de Padre Zezinho: Utopia.

E o que é uma Utopia: A ideia de uma civilização ideal, imaginária, fantástica. Uma fantasia, uma esperança muito forte. Utopia é um projeto humanista de transformação social e representa aspectos capitais do humanismo renascentista. 

Talvez pra muitos a família seja uma "Utopia", mas pra mim não, eu acredito na família, eu acredito em Deus, eu acredito no Amor.

Deixo apenas o trecho que eu mais gosto dessa canção, mas pra quem não conhece e quer escutá-la por inteiro, acessem o vídeo abaixo.  

Passou o tempo
Hoje eu vejo a maravilha
De se ter uma família
Quando tantos não a tem

Agora falam
Do desquite e do divórcio
O amor virou consórcio
Compromisso de ninguém

E há tantos filhos
Que bem mais do que um palácio
Gostariam de um abraço
E do carinho entre seus pais

Se os pais amassem
O divórcio não viria
Chamam a isso de utopia
Eu a isso chamo paz


Sou filha de pais separados e essa é uma ferida que está aberta há mais de 11 anos, parece que a separação foi ontem... 

Nada se apagou com o tempo, nem as lembranças boas e nem as ruins; não eramos uma família feliz, na verdade temos mais histórias tristes pra contar, que história felizes, e teve um tempo que eu não queria me casar de jeito nenhum, pois não queria ter um casamento como o da minha mãe, não aguentaria um marido como o meu pai, mesmo assim eu nunca desacreditei da Família... 

Eu sempre pedia, em minhas orações a Deus, para sermos uma família feliz.



Sempre que ouvia a canção Oração pela Família, também de Padre Zezinho, eu chorava e pedia pela minha família e até hoje não consigo cantar essa música por inteira sem que as lágrimas me venham aos olhos.



Isso ficou de lição para mim... Deus me deu um maravilhoso marido, procuro viver um casamento cristão e peço sempre para não nos afastarmos de Deus.



Menina Prendada

Encontro das Luluzinhas e dos Bolinhas


Olá Meninas!!!

Hoje vim falar sobre o Encontro das Luluzinhas e dos Bolinhas, que aconteceu no ultimo domingo dia 03 de Agosto.

Essas amigas eu fiz em minha primeira experiência de trabalho, meu primeiro emprego; foi em uma empresa de telecomunicações, entrei lá em 09 de Abril de 2002 e saí em 09 de Junho de 2006, passei 4 anos e 2 meses...


A empresa  não era lá essas coisas e pagava uma merreca, porém fiz ótimas amizades por lá, amizades essas que venceram o tempo ou a falta dele.

Nosso encontro secreto, era sempre na hora do nosso lanche, nas escadas da saída de emergência do prédio onde nós trabalhávamos e lá as Luluzinhas (pois eramos só mulheres) conversavam sobre tudo.

Namoro, casamento, filhos, sexo, família... 
Era uma festa,
Riamos a bessa!

Cada uma tinha um apelido e uns condizia com sua personalidade:

Eu - Cuzcuz: Imaginem porquê? Comia muito cuzcuz e levava muito para o trabalho, mas como moro perto do litoral, levava cuzcuz com camarão, com peixe, com marisco e adivinha... Comia o cuzcuz puro, pois as meninas comiam tudo. Ainda como muito cuzcuz e me casei com o Kleytinho que no tempo era meu namorado e eu falava muito sobre ele, as meninas os chamavam de Creissinho.


Lucineide - Lú: Foi quem cedeu a casa para o encontro, mas seu apelido não tem história, a história dela é que ela namorava o Marcelo, que trabalhava na mesma empresa e nessa empresa quase não tinha homem e alguns que ainda tinha era menina, então já viu, Marcelo era assediado a todo momento, Lú pirava e agente tinha que acalmar ela (rsrsrs), hoje eles se casaram e são pais da Marcela, uma princezinha linda e simpaticíssima. 


Paula - Doida: Imaginem porquê? Poque ela era doida mesmo, chorava muito e se aperriava com tudo e a vida dela era uma loucura, mudança de casa e namorado, eram suas maiores preocupações. Ela não foi para o encontro por isso não tem foto. 


Thays - Tata: Ela continua casada com o Douglas, sobre o qual conversávamos muito no intervalo e tem uma filha linda, a Luna que nasceu no tempo do trabalho, acho que ela foi a primeira que eu conheci lá... Ela não é mas Ripp, cortou os cabelos e continua uma gata (rsrsrs). 

Magna - Bicha BroaImaginem porquê? Ela era uma boba mesmo, qualquer pessoa enganava ela, parecia uma criança e tinha um namorado que só Jesus na causa, ela casou com ele e teve uma filha, mas hoje estão separados. Ela também não foi para o encontro por isso não tem foto.


Roberta - RóDurante o período que trabalhamos juntas ela foi mãe do Arthur, ela era casada com o pai dele e no decorrer do tempo eles se separaram, hoje está casada com o Paulo, um amor de pessoa que passo a admirá-lo a cada dia que passa, por fazer minha amiga tão feliz.   


Patricia - Paty: A mais louca de todas, acho que por ser a mais velha da turma (rsrsrs), ela chegava com cada história (kkkk), tinha um ex-marido que não era ex, que as histórias daria um livro. Ela é mãe do Victo - Vitinho e está em um relacionamento sério (rsrsrs). No próximo encontro vou conhecê-lo pois nesse ele estava trabalhando.


O encontro também foi marcado pela presença dos Bolinhas, ou seja, nossos maridos, namoridos, namorados... Kleytinho, Douglas, Paulo e Marcelo.

E como em toda reunião tem que ter petiscos, na nossa também teve, cada mulher fez uma especialidade para levar, mas nem todas, pois algumas não são prendadas (rsrsrs).


Eu levei o marisco e a arraia, só faltou o cuzcuz (pra ver as receitas é só clicar no nome); a Paty levou o famoso empadão; a Ró levou o camarão e batatinha, que agente adora, Thays levou uma torta de chocolate para a sobremesa, que ninguém gosta (rsrsrs) e Lú comprou pirão um de peixe maravilhoso, não sobrou quase nada e todo mundo boicotou a dieta.


E olha a famosa foto: Antes e Depois.

Vocês podem me matar meninas, mas eu tinha que postar essa foto.

Na antiga, estão Paula, Taty, Magna e Claudinha que não estão na foto atual... Perdemos contato com Taty e Claudinha, mas Paula e Magna não foram, por algum motivo.

Na Foto antiga só está faltando Roberta, pois foi uma confraternização de final de ano e Ró estava de licença maternidade.

Então amigas blogueiras, eu só queria passar um pouco da minha alegria pra vocês, de como eu tenho pessoas especiais em minha vida e que eu não deixei essas pessoas passar...

Essas meninas Luluzinhas, são verdadeiras irmãs pra mim... que me deram vários conselhos, que participaram e ainda participam da minha vida, mesmo que menos do que eu queria, mas a vida é assim...

Isso não tem preço!

Amo vocês Luluzinhas!
Menina Prendada
"Cuzcuz"

Seja bem vindo Agosto!


Olá meninas!

Não sei quem percebeu, mas teve um probleminha em meu blog e vários post em construção ficaram on-line, mas já estou consertando.

Agosto já chegou e com ele a esperança de dias melhores, com bastante sol e a espera do verão...

Eu sei que a próxima estação é a Primavera, mas aqui na prática, só temos duas estações que se resumem em inverno e verão, o outono e a primavera, quase nem percebemos.

Aqui está assim: dias de chuva, outros de sol... Ontem mesmo choveu bastante, já hoje nem parece que ontem choveu tanto, faz um belo e caloroso sol.

Enquanto o verão não chega, quando faz frio, eu penso logo: Que tal uma sopinha quentinha pra reanimar? 

E vocês, pensam em que? Vamos então a receita:

Sopa de creme de cebola

Minha sopa é simples... legumes, creme de cebola, macarrão e sal a gosto.


Seja como for, tem que estar bem quentinha para os dias de chuva, que graças a Deus, ontem deu o ar da sua graça por aqui.

Hoje também é dia de faxina, de limpar tudo e também gosto de fazer essa faxina no início do mês, é como uma forma que eu tenho de varrer tudo de ruim que aconteceu no mês que passou e receber o novo mês com a casa e a alma limpa.

Adoro esse ritual!



O mês de Agosto em versos
(Raimundo Lima)

A Igreja celebra nesse mês
Como o Mês Vocacional
Esse é um mês privilegiado
Como ele não tem outro igual
Mês dedicado as famílias
Iniciando com a vocação sacerdotal



Logo no primeiro dia de agosto
É dia do doutor da Igreja
Santo Afonso Maria de Ligório
Que travou uma grande peleja
Entre a advocacia e o dinheiro
Entre a fortuna e a pobreza



No primeiro domingo comemoramos
E merecem nossos aplausos de pé
O dia dos nossos queridos Padres
Homens de oração e muita fé
Seguem a risca tudo direitinho
O que ensinou, Jesus de Nazaré.



No segundo domingo de agosto
Comemora-se “O Dia dos Pais”
Figura fundamental na família
Ninguém o esquece jamais
Principalmente se ele for
Da União, do Amor e da Paz.

Celebramos no terceiro domingo
O Dia do Religioso
Monges, Eremitas, Missionários
Jovem, médio ou idoso
A Igreja precisa deles
Para deixar o mundo menos doloroso

O quarto domingo é dedicado
Aos nossos valorosos Catequistas
Que são fiéis seguidores de Cristo
Numa missão muito bem vista
Empenhados a serem sal e luz
Nesse mundo tão consumista

Durante todo esse mês
Temos diversas comemorações
Como já disse, é privilegiado
É um mês cheio de emoções
Pra tudo existe um dia
E pra tudo existe explicações

Datas comemorativas desse mês
São dias para serem lembrados
Dia do Padre, do Jurista
Do garçom, do encarcerado
Temos o dia do economista
Tem também o dia do advogado

Dia do cortador de cana
Tem até o dia do solteiro
Dia da informática, do fotógrafo
Dia do Exército Brasileiro
Dia do feirante, do corretor
E dia do peão boiadeiro

Eu falei que tem dia pra tudo
Tem até da televisão
Dia das artes, do protesto
Dia do combate a poluição
Dia do avicultor, do bancário
E tem o dia da habitação


DEUS mostrou seu amor a eles e a nós
Apontando caminhos e possibilidades
Nos oferecendo os meios
Para alcançarmos a felicidade
Basta seguir firme os seus passos
Com Fé, com Amor e muita bondade!


E veja como Deus é bom, dô uma passadinha no meu quintal e olha como minha cesta volta: cheia de ovos.

Amo ovos de pata e de galinha de capoeira, muito saudável e o sabor nem se compara com os ovos de granja.

Pois é meninas, vou ficando por aqui, pois tenho que terminar minha faxina de Julho(rsrsrs).

No domingo irei para o encontro das Luluzinhas, na próxima semana eu posto e falo como foi nosso encontro.

Até mais. Um xeru!
Menina Prendada

I Love Blogs

Blogs de Casamento

Blogs que me inspiram

Menina Prendada Copyright © 2013 - Designer by Papo Garota,Programação Emporium Digital